• Da redação

Alunos do NAOTT mostram talento em exposição do CCPP, em Campinas


O Naott - Núcleo de Atenção e Orientação Terapêutica ao Trabalho - participou da abertura da 34ª Exposição de Porcelana, Faiança, Vidro e Cerâmica promovida pelo Clube Campineiro de Pintores em Porcelana (CCPP). O evento teve entrada gratuita e aconteceu no Hotel Vila Rica, em Campinas, no dia 25 de agosto, com a participação dos alunos sob o comando do artista plástico Glauco Panziete Zia, que também contribuíram com peças originais e feitas em vidro e argila.


O CCPP é composto pelos artistas Ilda de Barros (colunista do Jornal da Cidade), Sandra Cunha, Mary Parizotto, Nilce Siqueira, Isabel Sadir, Arlinda Niya, Carminha Darros, Harumi Toi, Terezinha Bagarolli e Shirley Fantinatto. Participaram da exposição professores de arte, expositores, estandistas e convidados de vários estados do país.

Em entrevista exclusiva ao site JC Holambra, Ilda de Barros revelou que cerca de 100 pessoas participaram do evento, entre elas pintores de Brasília, do Rio de Janeiro e do sul do país. “O evento foi um sucesso e, nessas ocasiões eu explico o que é o NAOTT, como ele funciona, apresento os expositores e as pessoas sempre reagem com muita alegria, aplaudindo muito”, disse a artista, que se revela uma entusiasta do trabalho realizado pelo colega Glauco Panfiete Zia.

“De vez em quando vou ao NAOTT e busco sempre levar novidades. Na verdade, gostaríamos de abrir ali um curso para jovens e senhores sobre pintura e porcelana, cobrando um pouquinho só, para manter os custos com materiais apenas, porém, há empecilhos de ordem legal para que isso aconteça, então, teremos que ver outra maneira disso se concretizar”, explica Ilda.

Segundo ela, é a quinta vez que o NAOTT participa do evento promovido pelo CCPP. A cada edição os alunos fazem algumas peças, juntos ou individualmente, sendo a maioria em vidro fundido em alta temperatura. Normalmente eles trabalham com cerâmica e pintura em cerâmica, aplicando as diversas técnicas de arte que Dona Ilda e o professor Glauco lhes ensinam.

“Olha, se eu morasse em Holambra, não sairia de lá. Eles já se acostumaram com esse evento em Campinas e preparam as peças durante o ano todo, pois sabem que o grupo do NAOTT tem um lugar reservado na exposição. Então, fica sempre aquela expectativa gostosa de mostrar do que são capazes e de ver que o esforço é valorizado”, elogia Ilda.

Ilda de Barros é uma das fundadoras (atual Tesoureira) do Clube Campineiro de Pintores em Porcelana, que existe há mais de 40 anos e, junto com as demais voluntárias – são 12 ao todo – busca formar uma nova geração de pintores de porcelana. A entidade surgiu de um desejo da própria Ilda em aprofundar seus conhecimentos na técnica.

“Eu me correspondia com uma artista norte-americana e quis participar do clube de artesanato dela, que me apoiou e sugeriu que eu fundasse o meu, aqui no Brasil, e deu certo. A divulgação é importante porque a porcelana é uma técnica utilizada há anos e sempre diferente, conforme o país. Então decidimos começar no Brasil e ainda estamos na ativa com muita satisfação.”

Todos os componentes da atual diretoria expõem os trabalhos e buscam não repetir as peças, pois criatividade é o segredo do sucesso também nessa arte. Sobre a evolução que percebe a cada edição, nos trabalhos apresentados pelos meninos do NAOTT, a artista é calorosa: “Eles se sentem orgulhosos e nós batemos palma porque aprendemos muito. Muitos alunos conseguem trabalhar com o conhecimento adquirido lá, fazendo da arte uma fonte de renda e isso significa muito para nós”, resume.

Fotos: Maria Elisa Moraes - Site JC Holambra.

#NAOTT #Exposição #Campinas #Porcelanas #IldadeBarros #CCPP

25 views0 comments

Recent Posts

See All

Editora Setembro lança livro de autora de Holambra

A Editora Setembro acabou de lançar o livro Meu amigo K’AI, da holambrense Suzi Nijenhuis. A autora, Suzelaine Aparecida Tomazi Nijenhuis, ou carinhosamete Suzi, nasceu e cresceu no interior de São P